domingo, 29 de março de 2015

Grupo Editorial Pensamento - Lançamentos de Março

Postado por Diarios De Leitura - domingo, março 29, 2015 - com 6 comentários
Oi, gente! Hoje trago para vocês os lançamentos de março do Grupo Editorial Pensamento. Vamos lá?

Na Iminência do Extermínio

O retrato de um mundo à beira da aniquilação e uma nova e perturbadora interpretação do colapso da civilização judaica europeia antes do violento ataque da Alemanha nazista.
Baseado em vasta pesquisa, escrito com paixão e empatia, e pontuado por um espírito sutil, este livro revela as esperanças, angústias e ambições, as afetividades e formalidades, a criatividade intelectual e artística dos judeus na Europa entreguerras. Wasserstein recupera o cotidiano da vida pública e privada dps judeus às vésperas da Segunda guerra, resgatando eventos e personagens - conhecidos e anônimos - que tiveram seu lugar em um dos períodos mais conturbados da história. Ao contrário da maioria dos relatos, este livro se concentra nos próprios judeus e não em seus perseguidores, e demonstra que, ao contrário do que se acreditava até agora em termos historiográficos, o judaísmo europeu já estava condenado antes mesmo da ascensão e do holocausto.

ISBN: 978-85-316-1304-3
Editora: Cultrix
520 pp | 16x23cm | Brochura
Assunto: História
Tiragem: 10.000 exs
ISBN e-book: 978-85-316-1305-3
Preço e-book: R$47,60
Preço de capa: R$68,00

Starling

Mitologia nórdica, amor e uma ameaça apocalíptica em um romance que vai deixar os leitores sem fôlego da primeira à última página.

Mason Starling é campeã de esgrima, mas nunca teve de lutar por sua vida. Não até a noite em que uma violenta tempestade sobrenatural assola Manhattan, aprisionando Mason e seus colegas de equipe dentro da escola. Ela é atacada por criaturas horrendas, com forma vagamente humana, enquanto a tormenta traz para a vida dela um perigoso desconhecido: um jovem que não se recorda de nada além de seu nome - Fennrys, o Lobo. A chegada desse garoto misterioso faz em pedaços o mundo de Mason, ao mesmo tempo que uma atração inegável surge entre eles. Juntos, eles tentam desvendar os segredos dav identidade de Fenn, enquanto forças estranhas e sobrenaturais se adensam à volta deles. Quando descobrem que a família de Mason, com sua obscura ligação com antigos deuses nórdicos, é a chave de todo mistério, Fennrys e Mason subitamente se veem diante de um futuro catastrófico: o Ragnarök - ou o fim do mundo como o conhecemos.

ISBN: 978-85-64850-85-9
Editora: Jangada
288pp | 16x23cm | Brochura
Assunto: Lit. Estrangeira / Ficção / Fantástica / Romance
Tiragem: 10.000 exs
ISBN e-book: 978-85-64850-91-0
Preço e-book: R$25,20
Preço de capa: R$36,90

Muito Além do Tempo

Se você gosta de histórias como Em Algum Lugar do Passado e A Casa do Lago, não vai conseguir parar de ler esse livro.

Uma tragédia atinge a família de Michele Windsor, e ela é forçada a morar com os avós que nunca conheceu. Em sua mansão histórica em Nova York, repleta de segredos da família, Michele encontra um diário que tem o incrível poder de fazê-la retroceder nos tempo, até o ano em que foi escrito, 1910. Lá, Michele encontra o rapaz que ela viu em sonhos durante toda a sua vida. Em pouco tempo, ela se vê apaixonada por ele. Quando se dá conta, Micheke está vivendo uma vida dupla, lutando para conciliar seu mundo de estudante com suas viagens ao passado. Mas quando se depara com uma descoberta terrível, ela é lançada numca corrida contra o tempo para salvar o homem que ama, e empreender uma busca que determinará o destino dos dois.

ISBN: 978-85-64850-92-7
Editora: Jangada
272pp | 16x23cm | Brochura
Assunto: Literatura Estrangeira / Ficção / Juvenil
Tiragem: 8.000 exs
ISBN e-book: 978-85-64850-95-8
Preço e-book: R$25,20
Preço de capa: R$36,00

Trilhas

Esse livro é um registro de autodescoberta e autoprovação, e está entre os melhores relatos de exploração de viagens.

Esta é a arriscada jornada de Robyn Davidson, uma mulher de 27 anos, pelo hostil deserto austtraliano, tendo apenas como companhia quatro camelos e sua cadela de estimação. Perseverar sob o calor sufocante, defender-se de cobras venenosas e homens lascivos, perseguir os camelos em suas fugas e cuidar deles quando feridos, Robyn surge como uma heroína extraordinariamente corajosa. Trilhas é a eloquente e sincera história de sua odisseia de descoberta e transformação.
ISBN: 978-85-5503-003-1
Editora: Seoman
256 pp | 16x23cm | Brochura
Assunto: Literatura Estrangeira / Biografia / Viagem / Não Ficção
Tiragem: 6.000 exs.
ISBN e-book: R$25,20
Preço de capa: R$36,00

E aí, o que acharam? Contem pra mim nos comentários :)
Beijinhos e até a próxima!



terça-feira, 24 de março de 2015

Resenha #61 - Insurgente - Livro x Filme [COM SPOILER]

Postado por Diarios De Leitura - terça-feira, março 24, 2015 - com 6 comentários


Oi, pessoal! Sou a Regiane, amiga da Rayssa e fui convidada para escrever a resenha de Insurgente, livro versus filme, aqui no blog. Vamos lá!

Assim como a maioria das pessoas, eu sou uma leitora fanática que um belo dia tropeçou e caiu no mundo de Divergente com tanta força que agora não consegue mais sair. Foi algo sem volta, você ama o livro, se apega a ele e esse mundo começa a ser parte de você e quando percebe também está dizendo “Sou Divergente e não posso ser controlado!!!!!ONZE!!11”. Então como fã, estava com medo de o filme ser “flop” e me decepcionar demais com a adaptação, mas fico feliz em dizer que eu estava enganada. Se você pensa que uma adaptação pra ser boa tem que ser idêntica ao livro, você vai se decepcionar com Insurgente, mas se,assim como eu depois de muito tempo, leva em conta o enredo da adaptação, acredite, você sairá do cinema apaixonado. 

A tão pedida “fidelidade” ao livro não foi muito bem seguida, muitos pontos foram alterados, uns aceitáveis e outros que você fica “pra que isso?”, mas o filme em si ficou bom. Ele começa com a Audácia procurando algo na Abnegação por ordens da Erudição, descobrimos que é uma caixa e que nela tem uma mensagem dos fundadores. Disposta a tudo para abri-la, Jeanine manda que todos os Divergentes sejam caçados. Em busca de Divergentes, a Audácia “invade” a Amizade e encontram Quatro, Tris, Peter e Caleb, que fogem para não serem pegos. Uma atuação que vale destaque é a do Miles Teller, o Peter, a evolução do personagem dele foi algo extremamente visível, ele passou de personagem “tanto faz” para um dos astros da segunda adaptação, o elo cômico que o ator conseguiu fazer com filme conquistou (e muito) os fãs da história. Agora algo que eu não entendi: no livro os sem facção vivem em condições bem humildes, mas no filme eles têm uma sala de jantar, com taças, copos, uma mesa legal e a líder deles, Evelyn, se veste muito bem, um choque de realidade que pra mim não havia necessidade. 

Ao chegarem na Franqueza, Tris e Quatro são submetidos ao julgamento com o soro da verdade. Senti muita falta da cena em que a Tris olha para a Christina e confessa algo que a está consumindo. Tudo bem, pode ser algo descartável? Talvez. Mas pra mim, quando ela olha pra Christina e confessa isso era como se ela dissesse: “Eu sinto muito, me culpo todos os dias pelo que fiz, não consigo me perdoar, você não precisa me perdoar, mas eu precisava dizer a verdade.” 
Na cena em que o Uriah finalmente aparece eu dei um leve surto, eu me apeguei a esse personagem desde o primeiro livro e a falta dele na primeira adaptação foi uma falha grande, mas a presença dele, mesmo que seja pouca deu ao filme um ar de mais cuidado com os detalhes.

Outra falha na adaptação: a primeira vez do casal FourTris. Se você já leu Convergente sabe que esse momento íntimo acontece, a autora foi sutil mas não nos privou dessa alegria, agora, como que os produtores resolvem antecipar uma cena dessas? Fugiu do contexto, não tinha necessidade e não gostei por isso.

No livro a Tris se entrega para a Erudição e é condenada ao soro da morte, no filme ela se entrega e passa por testes de aptidão para conseguir abrir a caixa. Essa foi uma das maiores mudanças em relação ao livro, mas foi algo que gostei de certa forma. Não são apenas os fãs dos livros que assistem ao filme, pessoas que não leram também vão e para elas algumas coisas ficariam vagas sem mais explicações ou modificações do que está escrito na página para ter sentido na tela. 

E sabe aquele trailer da casa voadora que a Tris pula pra tentar salvar a mãe dela? Nada mais era do que o teste para a Audácia. Assim que a caixa é aberta, a mensagem da Edith Prior (seu nome não foi falado no filme) passou em todas as facções e o filme termina com todas as pessoas seguindo em direção a cerca. Sobre esse final, não sei muito bem o que eu achei de todas as pessoas seguirem para a fronteira, fico pensando como serão os próximos filmes, se isso pode interferir ou não e o leve desespero bate novamente. 

Mas no geral o filme ficou ótimo, os efeitos, as cenas de luta, tudo ficou perfeito. Teve cenas que gritei, teve cenas que eu quase chorei, foi um filme com grandes reviravoltas. Agora que venha 2016 com Convergente parte 1.

Beijos, até a próxima! 

quarta-feira, 18 de março de 2015

TAG: Meus livros, ninguém sai.

Postado por Diarios De Leitura - quarta-feira, março 18, 2015 - com 12 comentários
Oi, gente!
Faz muuuuito tempo que não respondo uma TAG e o Luke do blog Instante Literal comentou sobre essa do "Meus livros, ninguém sai", criada pelo blog De Cara nas Letras. Como eu adooooro o vídeo do meu óculos, ninguém sai, resolvi respondê-la.

Vamos lá!


1. "Ei coisinha, vá devagar": Sabe aquele livro que você devorou rapidamente? Qual foi ele? 

Bom, no meu caso não foi um livro só e sim uma trilogia, Jogos Vorazes. Lembro que li os 3 livros em um dia e meio porque PRECISAVA saber qual seria o desfecho da série. No fim, acabei me decepcionando, acontece haha.





2. "Eu vou me segurar aqui": Qual livro te prendeu?

O livro Um Dia me prendeu demais, porque a história é parecida com algo que vivi e eu não conseguia parar de ler, já que sempre encontrava alguma semelhança comigo. Sem contar a narrativa do autor, que é super fluida. Acabei lendo em poucas horas porque não conseguia parar por nada.



3. "Se eu cair eu quebro a minha clavícula": Qual obra te desestabilizou emocionalmente?

Pode ser muito clichê, mas A Culpa é das Estrelas acabou com meu estado emocional. Lembro que na primeira vez que li, fechei o livro e fiquei horas chorando porque não me conformava. Foi um livro que me desestabilizou totalmente e me deixou com ressaca literária por dias.






4. "MEU ÓCULOS, ninguém sai!": Qual livro você não empresta ou tem muito ciúmes?

Todos! Sim, sou dessas que tem muuuito ciúmes dos livros. Mas um que não empresto jamais é o Um Tesouro de Contos de Fadas, foi um dos primeiros livros que minha mãe me deu, quando eu tinha uns 5 ou 6 anos e é meu tesouro. Nele, há vários contos de fadas e eu sou apaixonada por esse gênero por causa desse livro.




5. "Juliana você viu meu óculos?": Qual livro você emprestou e nunca mais viu na vida?

Eu não costumo emprestar meus livros e as poucas vezes que o fiz, me devolveram o/

6. "Juliana tá DES-MAI-ADA!!!": Qual livro te deixou com ressaca literária, sem poder ler outros livros?

Recentemente, foi o livro Último Sacrifício, último volume da série Academia de Vampiros. Fiquei de ressaca porque não acreditava que já tinha acabado, precisava de uma continuação e com isso, nenhum outro livro que comecei a ler me agradou. Depois de uns dias, a ressaca passou uffa!





7. "Shamuchamochamu chama o SAMU!": Que livro te deixou louco pela continuação?

No meu caso não foi um livro e sim uma HQ. Valente Para Sempre foi o quadrinho que me fez virar fã do Vitor Cafaggi, a história é muito fofa e é algo pelo qual todos nós já passamos um dia. Depois que li o primeiro volume, precisei comprar a continuação correndo pra saber o que ia acontecer com o Valente.

8."Eu errei, viu?": Escreva aqui um pouco sobre aquele livro que você achou se seria uma coisa e é outra!

O livro Desastre foi uma grata surpresa. Isso porque a sinopse dele não condiz direito com o que é a história em si. Me surpreendi bastante e gostei muito do livro. Pela capa, parece uma coisa, mas quando comecei a ler... uau! Esse livro tem muitos questionamentos sobre os seres humanos e a sociedade problemática que vivemos, recomendo fortemente ainda mais nesses tempos de conflitos. Vale a pena.



Espero que tenham gostado da TAG, vou deixar aberto para quem quiser responder e indico a Mari do Love Lovers Blog, o Luke do Instante Literal e a Di do Parte de Minha História. Um beijo, até o próximo post :)





terça-feira, 3 de março de 2015

Primeiros Capítulos - A Mais Pura Verdade

Postado por Diarios De Leitura - terça-feira, março 03, 2015 - com 12 comentários

A Mais Pura Verdade é um dos lançamentos de março da Editora Novo Conceito e eles enviaram uma prova com os primeiros capítulos para blogueiros que se inscreveram no processo de parceria. O meu exemplar demorou um pouco para chegar por causa da greve nos Correios da minha cidade, por isso essa resenha sobre minhas impressões está um pouco atrasada com relação ao restante da blogosfera, mas vamos lá!

Mark não está satisfeito com sua vida, ou com o que resta dela, já que está com uma doença grave. Um dia, resolve ir atrás do seu sonho antes que seja tarde demais. Ele quer escalar uma montanha, mesmo que isso seja a última coisa que ele faça na vida. Mark sai de casa com seu cachorro e apenas alguns pertences na mochila, os dois vão em busca de seu destino. No entanto, eles percebem que não é tão fácil quanto parece e terão que enfrentar muitos problemas que surgirão na jornada.

Gostei muito dessas primeiras quase 100 páginas do livro. Já me envolvi completamente na leitura e não vejo a hora de chegar o livro final para que eu possa terminá-lo. Fico muito comovida com histórias que envolvem os momentos finais, pessoas que ainda não viveram tudo o que poderiam ter vivido, que não terão as experiências que as outras pessoas terão. 

É isso, gente. Quando chegar o exemplar completo eu irei terminar a leitura e aí faço uma resenha mais completa para vocês :)